terça-feira, 14 de outubro de 2008

Quem

Sou alguém que não tem um prato favorito, nem um filme ou canção
que não lembra da roupa usada no nosso último beijo
que não sabe quem manda no próprio coração

Sou o homem que não lembra o que sonhou ao acordar
o que comeu ontem e o que vai fazer amanhã
que não sabe mais o que esperar

Sou daqueles que se lembra do que ninguém acha interessante saber
mas, não do que fere as pessoas ao ser esquecido
que não sabe o que quer ser quando crescer

Sou quem prefere bebida fria à quente
que conta mentiras, mas busca ser o mais fiel possível
que, quando deseja algo, não sabe desistir até ficar contente

Sou do tipo que com um pouco de paciência se mostra um ótimo [amante
mas, que não tem tato e confiança para conquistar mulheres [eficientemente
que um dia pecou e não soube valorizar o que era importante

Sou aquele que não é para poder ser
que sabe que vive pois sente, pulsa, quer e chora
que busca nada muito além de conhecer

Sou a pessoa que ontem se viu morta e renascida
que hoje aprende com os erros o máximo que pode
que revê os seus valores pela fraqueza para sair fortalecida

Um comentário:

Simone Schuck disse...

Tô muito para elogios hoje! Quero dizer que adoro teu blog preto com letrinhas brancas (mesmo que ele não seja requintado!) e sempre leio teus poemas antigos (fico sem o que comentar porque eles já dizem tudo!).

Ah, linkei teu blog, espero que não se importe. beijos e continue escrevendo!