terça-feira, 6 de janeiro de 2009

quem me dera dar adeus
aos que morrem de surpresa
sem nem mesmo sentir
que a vida foi perdida
que deus, que deus?
e a dor resta ao vivo, ferido
em um mundo aviltante
em uma faixa
faixa de gaze
insuficiente para cobrir um único ferimento
entre tantos abertos, todos sem sentido

5 comentários:

Simone Schuck disse...

Como já disse à outro, há pouco, há tanta beleza na tristeza...

André disse...

Fala Pedro, valeu pela dica do twitter.

www.barataobama.com

anna anjos disse...

oi, pedro!
valeu pela visita e pelo comentário, cara! :]

bjo

André Lasak disse...

Bonito isso...

A Simone está certa... com palavras bem escolhidas, podemos embelezar a tristeza.

Gostei!

Abração!

Tammíris Teles disse...

http://geminidiz.blogspot.com/2009/02/o-primeiro-meme-gente-nunca-esquece.html